top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Índia quer expandir relações comerciais com Goiás

País asiático deseja importar sucos, mais frutas frescas, verduras e legumes. Entre 2021 e 2022, o saldo da balança comercial de Goiás com a Índia saltou de R$ 91,2 milhões para R$ 175,09 milhões, o que equivale a 91,82% de crescimento

Índia quer expandir relações comerciais com Goiás
Índia que expandir relações comerciais com Goiás; país deseja importar sucos, mais frutas frescas, verduras e legumes, e exportar polímeros para embalagens plásticas - Foto: Rodrigo Cabral

O embaixador da Índia Suresh Reddy manifestou o desejo de expandir relações comerciais com o Brasil, em especial com Goiás. O assunto foi tratado nesta semana, em reunião na embaixada do país, em Brasília. A Índia quer importar sucos, mais frutas frescas, verduras e legumes, entre outros produtos que já importam, e exportar polímeros para embalagens plásticas.


Goiás já vem aumentando os negócios com a Índia de 2019 para cá. Entre 2021 e 2022, o Estado registrou um crescimento de 91,82% no saldo (diferença entre exportações e importações) da balança comercial, alcançando superávits. Fechou 2021 com R$ 91,2 milhões, e 2022, com R$ 175,09 milhões.


“Nossas relações com a Índia, assim como com outros países, são baseadas em reciprocidade. O país quer aumentar as importações e as exportações. Hoje, os nossos principais produtos enviados são óleo de soja, amianto, ouro, couro e açúcar, e o que mais compramos são insumos para medicamentos”, destaca o titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Joel de Sant’Anna Braga Filho.


Frutas

Entre 2021 e 2022, a Índia comprou U$ 135 milhões de frutas frescas do Chile, enquanto que, do Brasil, importou U$ 22 milhões desse produto. “O embaixador da índia apresentou esses números como exemplo de potencial que Goiás e o Brasil têm em aumentar suas vendas para o país dele, pois sabe que o Brasil produz sucos maravilhosos, além de frutas frescas”, explica o superintendente de Comércio Exterior da SIC, Plínio Viana, também presente à reunião.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page