top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Alunos de Formosa são premiados na 2ª Olimpíada de Foguetes de Garrafas Pet

Competição foi realizada na Agencia Espacial Brasileira, em Brasília, sagrando campeões alunos do Cepi Professora Izabel Christina de Sousa Ortiz

Foto: Divulgação/Seduc

Duas equipes do Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Professora Izabel Christina de Sousa Ortiz, de Formosa, conquistaram o 1º e 3º lugares na 2ª Olimpíada de Foguetes de Garrafa Pet, realizada na sede da Agência Espacial Brasileira (AEB), em Brasília. O evento teve a participação de 22 equipes, de oito escolas de ensino fundamental e médio do Distrito Federal e do Entorno.


Os experimentos dos estudantes de Formosa conseguiram alcançar 189 metros de distância (equipe campeã) e 156 metros de distância (equipe que ficou em 3º lugar), conquistando um novo recorde da escola. As equipes campeãs estão classificadas para a Jornada do Foguete, que ocorrerá no segundo semestre, em Barra do Piraí, no Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução/Seduc

Campeões

A equipe campeã é formada pelos estudantes do 9° ano A do ensino fundamental Emanuelly Costa Borges, Karen Michele Ribeiro da Silva e Luís Felipe Nunes da Silva. Já o 3º lugar foi conquistado pela equipe composta por Lynda Batista de Siqueira e Silva, do 9°Ano C, e Ruan Lucas dos Santos Barros, do 9°A.


O comando das equipes é do professor de Matemática Arlley Kacyo da Silva, com o apoio de professores de Ciências da Natureza. De acordo com o professor, fizeram a diferença o núcleo de integração diversificado e as aulas de Eletiva e Iniciação Científica relacionadas aos temas Astronomia e Astronáutica.


“Tudo começou na época da pandemia, no regime especial de aulas não presenciais, em uma turma de Iniciação Científica do 7°ano A/2021 na qual, com todas as dificuldades, conseguimos conquistar três medalhas de bronze com 133 metros na MOBGOF 2021 (Mostra Brasileira de Foguetes),” conta o professor Arlley.


Segundo o professor, agora em 2022, os trabalhos começaram em janeiro, com a Eletiva-2: Astronomia – o céu na palma da mão, motivando os estudantes para participar das olimpíadas de Astronomia e Astronáutica. “Esse projeto está apenas começando. Ainda temos pela frente a MOBFOG 2022 (Mostra Brasileira de Foguetes), que vai acontecer nas próximas semanas e, também, a prova da OBA (Olimpíadas Brasileiras de Astronomia), que vai ser no dia 20/05/2022. Estamos classificados para a Jornada de Foguetes que vai ser realizada no Rio de Janeiro, no segundo semestre 2022”, celebra o professor.

A Olimpíada foi realizada pela Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais (Funcate), em parceria com a Escola Técnica de Brasília (ETB) e o Centro de Ensino Médio Elefante Branco (CEMEB/SEEDF).

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page