top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Apoio do Governo de Goiás possibilita retorno das Cavalhadas a Luziânia após 17 anos

Primeiras representações da batalha entre mouros e cristãos na cidade datam do início do século XIX. Festividade acontecerá neste sábado (03/6)

Apoio do Governo de Goiás possibilita retorno das Cavalhadas a Luziânia após 17 anos
Participantes das Cavalhadas vestidos como mouros durante lançamento oficial do Circuito Cavalhadas 2023 - Foto: Divulgação

Após intervalo de 17 anos, as Cavalhadas retornam à antiga Vila de Santa Luzia, trazendo consigo um legado cultural e histórico de grande importância para a região. A festividade será realizada no ginásio de esportes de Luziânia, no próximo sábado (03/6), às 15h. A entrada é gratuita.


A história das Cavalhadas em Luziânia foi registrada por viajantes como o botânico e naturalista francês August Saint Hilaire, que no início do século XIX, testemunhou a realização da Festa do Divino e da Cavalhada na cidade.


Com a retomada da festa popular, a Luziânia volta a fazer parte do Circuito de Cavalhadas do Governo de Goiás. iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) em parceria com o Goiás Social, prefeituras e organizadores dos festejos nos municípios. O objetivo é preservar e celebrar essa importante tradição cultural, que faz parte da identidade histórica do estado.

Circuito 2023

Em 2023, o Circuito das Cavalhadas reúne 15 municípios: Santa Cruz de Goiás, Pirenópolis, Luziânia, Palmeiras de Goiás, Hidrolina, São Francisco de Goiás, Santa Terezinha de Goiás (Cedrolina), Pilar de Goiás, Corumbá de Goiás, Cidade de Goiás, além de Niquelândia e Silvânia que também receberão investimentos e ações para se prepararem para o circuito do ano que vem.


Neste ano foram transferidos R$ 3 milhões em recursos estaduais para contribuir com a realização das festas. A verba foi utilizada na aquisição de indumentária para os cavaleiros, acessórios dos festejos, entre outros custeios.


Cavalhadas

Trata-se de uma encenação teatral que recria a batalha histórica entre os cristãos (com trajes azuis) e os mouros islâmicos (vestidos em vermelho). Essas batalhas são tradicionalmente realizadas a cavalo, com os participantes ostentando trajes coloridos e empunhando lanças.


A festividade tem origem na cultura religiosa portuguesa. Existem registros históricos de realização das Cavalhadas no interior do Brasil já no século XVI. Na festa, também há a presença dos mascarados, que são personagens que representam o povo e saem às ruas, a pé ou a cavalo.


Comentarios


Publicidade

Publicidade