top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Black Friday: Procon Goiás identifica variação de preços de até 141%

Pesquisa realizada no comércio eletrônico comparou valores de 57 produtos entre os dias 18 e 21 de novembro. Órgão de defesa do consumidor alerta para cuidados na hora da compra

Black Friday: Procon Goiás identifica variação de preços de até 141%
Produtos anunciados na Black Friday tem variação de até 141% nos preços. Consumidor deve ficar atento a golpes - Foto: Pedro Diogo

Para orientar os consumidores nesta Black Friday, o Governo de Goiás, por meio da Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon Goiás), realizou pesquisa de preços e encontrou diferença de até 141,73% no valor de itens anunciados na promoção. O levantamento foi realizado entre os dias 18 e 21 de novembro em dez sites de comércio eletrônico.


Foram pesquisados 57 itens, entre eletroeletrônicos; roupas; perfumarias e cosméticos; eletroportáteis; produtos de informática; eletrodomésticos; tênis; acessórios; ferramentas; livros e brinquedos. A maior diferença foi encontrada em um modelo de conjunto de teclado e mouse sem fio, que custa de R$ 120,90 a R$ 292,25, dependendo da loja. Ou seja, mais que o dobro da melhor oferta.


Entre itens com mesmas características e que tiveram as maiores variações estão livro, com diferença de 134,22% nos preços; furadeira e parafusadeira, com 129,72%; e ventilador, com 114,70%. Também tiveram diferenças de valores produtos da linha branca, como geladeira, microondas e fogão, bem como brinquedos e TVs. A pesquisa completa está no site do Procon Goiás: www.procon.go.gov.br.


Para o superintendente de Proteção aos Direitos do Consumidor do Procon Goiás, Levy Rafael Cornelio, é preciso definir um orçamento e comparar preços antes de comprar um produto, principalmente neste momento em que o mercado está mais agressivo. “Por isso, o Procon se antecipou e fez essa pesquisa, para dar um norte aos consumidores. Queremos que o fornecedor tenha bons negócios, mas que acima de tudo, o consumidor faça uma compra vantajosa tendo os seus direitos respeitados”, afirma.


A Black Friday, que oficialmente ocorre no dia 25 de novembro, está entre as cinco datas com maiores vendas do comércio varejista, ao lado do Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças e Dia dos Pais. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviço e Turismo (CNC), a campanha promocional deverá movimentar R$ 4,2 bilhões, maior movimentação financeira da história.


Orientações

Com a tendência de compras eletrônicas em alta, o Procon Goiás orienta o consumidor a adotar alguns cuidados na hora da compra. A dica é pesquisar os preços com antecedência para adquirir com o melhor custo/benefício e ficar atento para cobranças de frete. É importante verificar as informações do fornecedor, como CNPJ, endereço físico e contatos, além de pesquisar sua reputação na internet.


O período de Black Friday também requer atenção para possíveis golpes. O órgão reforça a importância de nunca revelar informações pessoais, como senhas e dados de cartão de crédito, checar a segurança do site e a existência de canais de atendimento; além de não realizar compras em computadores de uso compartilhado, como em lan houses e cyber café.


Na entrega do produto, o cliente só deve assinar o documento de recebimento após examinar o estado da mercadoria. O consumidor também pode desistir da compra no prazo de até 7 dias, independentemente do motivo, com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC). Outra dica é exigir a Nota Fiscal na aquisição de qualquer produto para estar resguardado caso precise formalizar alguma reclamação ou evocar direitos.


Denúncias podem ser feitas pelo 151 (Goiânia) ou (62) 3201-7124 (interior) e Procon Web.


Comments


Publicidade

Publicidade