top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Caiado é convidado por emissora do Rio Grande do Sul a falar dos avanços da segurança pública em Goiás

Rádio Guaíba entrevistou o governador, que detalhou medidas de Estado que garantiram redução significativa na criminalidade

A melhoria da segurança pública em Goiás voltou a chamar a atenção de outros estados. A convite de uma das principais emissoras da Região Sul do País, a Rádio Guaíba, de Porto Alegre (RS), o governador Ronaldo Caiado detalhou, nesta sexta-feira (16/2), os princípios básicos que nortearam o trabalho na área e as principais medidas que levaram à redução drástica dos índices de criminalidade em território goiano, entre elas o forte controle dos presídios. “Não existe Estado Democrático de Direito onde facção manda”, resumiu o chefe do Executivo Goiano.


Até poucos anos atrás, lembrou Caiado, as penitenciárias estaduais tinham rede clandestina de wi-fi, circulação de drogas, churrascos e até quartos de motel improvisados. “Era o quartel general da bandidagem”, definiu o governador. O isolamento dos líderes de facções e a suspensão de visitas íntimas aos detentos foram algumas das medidas que se mostraram bem-sucedidas. “Deixou de ter aquele cidadão que era usado como ‘pombo-correio’ para fazer a visita e levar ordens para novos crimes”, explicou ele. “Com o controle das penitenciárias, tivemos queda da criminalidade”, concluiu.


Nos últimos cinco anos, os presídios goianos receberam investimentos e a Polícia Penal foi fortalecida. Além de ampliar vagas em unidades já existentes, houve construção de duas novas penitenciárias e aquisição de armas e equipamentos mais modernos para os policiais goianos. Cerca de R$ 268,9 milhões foram aplicados no sistema, com recursos do Tesouro Estadual, Governo Federal e outros parceiros. Também houve aumento da oferta de oportunidades de trabalho e ressocialização para os presos.


Queda histórica

Balanço da Segurança Pública, divulgado em janeiro deste ano, mostra a consolidação da queda histórica de crimes violentos e não violentos em Goiás. O número de homicídios dolosos em 2023, por exemplo, caiu pela metade em relação a 2018. Outras reduções expressivas foram o roubo de veículos (-89,8%); furto e roubo a transeunte (-85,8% e -83%); latrocínio (-86,7%); roubo em comércio (-81,8%) e roubo de carga (-90,6%).


Ainda durante a entrevista à rádio gaúcha, Caiado afirmou que o sentimento de segurança que os goianos passaram a ter se tornou destaque no Brasil. “A aprovação do governo hoje, que é o mais bem avaliado do País, em grande parte se deve à segurança pública implantada no estado”, pontuou. Segundo pesquisa Atlas Intel publicada em dezembro, a gestão Caiado tem 72% de aprovação da população goiana, o maior índice nacional.


Caiado também citou outros feitos que deram eficiência à segurança pública de Goiás, como a integração e a capacitação das polícias e o reforço do sistema de inteligência. “As forças policiais goianas como um todo têm cumprido sua função, dentro dos limites das leis, e a população reconhece”, arrematou.

Comentarios


Publicidade

Publicidade