top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Corrida pelo fim do vício no cigarro reúne mais de 800 pessoas em Goiânia

Iniciativa integra cronograma de campanha pelo Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado em 29 de agosto

Corrida pelo fim do vício no cigarro reúne mais de 800 pessoas em Goiânia
Corrida que compõe as ações do Dia Nacional de Combate ao Fumo reúne centenas de atletas em Goiânia com o objetivo incentivar o abandono do vício - Foto: Cristiano Borges

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), esteve em mais uma edição da prova Largue o Cigarro Correndo, realizada na manhã deste domingo (20/8) pela Sociedade Goiana de Pneumologia e Tisiologia (SGPT), em Goiânia. Mais de 800 pessoas participaram da corrida, que faz parte das ações que compõem o Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado em 29 de agosto, e que tem como objetivo incentivar o abandono do vício.


“Essa é uma ação muito importante para a saúde estadual, que tem trabalhado em diversos aspectos na conscientização da população sobre os malefícios do cigarro. Hoje temos um cenário preocupante que envolve o uso indiscriminado do cigarro eletrônico. O Vigitel (1º Inquérito Telefônico de Fatores de Risco e Proteção para Doenças e Agravos Não Transmissíveis no Estado de Goiás), por exemplo, mostrou uma prevalência de 16% desses aparelhos entre os jovens. Essa situação gera preocupação e, além da necessidade de constante monitoramento, precisa da realização de ações como essa, para tentar mitigar esse que já podemos considerar um problema de saúde pública”, pontuou a superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Flúvia Amorim.


A largada ocorreu às 7h, no Órion Business & Health Complex, localizado no Setor Marista. Foram dois percursos: de 5km e 10km. A prova contou com supervisão da Federação Goiana de Atletismo e duração máxima de 2h. Além da premiação para os primeiros colocados nos dois percursos, divididos em categorias feminina e masculina, a corrida também condecorou os melhores atletas de acordo com a faixa etária. Entre os corredores, a adolescente Sara Braga de Oliveira, de 17 anos. A estudante, que já corre pela segunda vez, conquistou o segundo lugar na faixa etária de 16 a 29 anos. “Teve algumas subidas difíceis, mas consegui terminar bem, no tempo que eu queria”, destacou.


A adolescente, que corre nas horas vagas e que é um dos alvos das ações da pasta, destacou a importância do tema da prova, que traz grandes impactos, principalmente entre os jovens. “As pessoas acham que cigarro eletrônico não faz mal, mas faz muito e é sempre bom largar correndo, substituir esses vícios ruins por hábitos saudáveis”, reforçou. Quem também participou da corrida foi Regnier Uchôa. O gráfico tem 64 anos e há 12 participa de corridas de rua. Ele conquistou o terceiro lugar na faixa etária de 60 a 69 anos. “Nessas corridas, a gente abraça as causas. Nessa não foi diferente”, afirmou.


Combate ao fumo

As ações que integram o Dia Nacional de Combate ao Fumo devem seguir até o final deste mês. Na semana passada a SGPT, em parceria com a SES, realizou uma série de exames de espirometria gratuitos e abertos ao público em geral. A espirometria é um teste da fisiologia ventilatória, que dura cerca de 30 minutos e tem como objetivo analisar se há algum tipo de anormalidade na ventilação pulmonar. Os exames foram oferecidos no Centro Estadual de Medicação de Alto Custo Juarez Barbosa (Cemac), do Governo de Goiás.


“Parar de fumar traz uma série de benefícios significativos para a saúde e a qualidade de vida. Há uma melhoria na saúde respiratória e cardiovascular, redução do risco de câncer, mais energia, mais aptidão física e aumento da expectativa de vida. Esses benefícios começam a se manifestar imediatamente após a cessação do tabagismo e continuam a se acumular ao longo do tempo. Quanto mais cedo parar de fumar, maior será o impacto positivo na sua saúde e bem-estar”, enfatizou a presidente da SGPT, Fernanda Miranda.

Comentarios


Publicidade

Publicidade

bottom of page