top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Em balanço da gestão, Vilmar Mariano pontua investimentos em Aparecida de Goiânia

Prefeito afirma que o município vai receber mais frente de obras

Em balanço da gestão, Vilmar Mariano pontua investimentos em Aparecida de Goiânia
Fotos: Jhonney Macena

Durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Aparecida nesta terça-feira (06/12), o prefeito Vilmar Mariano e o secretário municipal da Fazenda, André Luís Rosa, apresentaram prestação de contas referentes a meta fiscal do segundo quadrimestre de 2022, cumprindo a Lei Orgânica do Município.


O gestor municipal realizou uma introdução sobre sua administração e permaneceu no plenário até o final da sessão para responder questionamentos dos vereadores. Depois o secretário André apresentou detalhadamente o quadro fiscal do município.


Segundo a Secretaria da Fazenda, as principais receitas do município são IPTU, ISS, Taxas e ITBI, segundo dados da Secretaria da Fazenda. EM 2022, o IPTU corresponde a 49,91% de receitas próprias; 26,53% de ISS; 19,40% de Taxas E 9,16% de ITBI. As receitas de transferência são aquelas previstas em lei, como ICMS, IPVA, Fundeb, FPM, SUS e FNDE, que o município recebe. Todas as receitas tiveram crescimento acima da aflição, segundo a pasta.


“Aparecida de Goiânia é uma cidade modelo em gestão fiscal. O nosso município apresenta condições favoráveis para obtenção de recursos junto à União ou por meio de empréstimos, porque temos capacidade de honrar com os compromissos, entre outros. A cidade em momento nenhum deixou de assinar um convênio ou de aplicar investimentos em áreas essenciais com foco na prestação de serviço ao cidadão”, afirma André Luís Rosa.

Segundo a prestação de contas, a prefeitura possui 12.603 servidores, sendo 49% efetivos e 31% em comissão. O gasto com folha de pagamento é de 53 milhões/mês. A receita corrente líquida do município é de R$ 1,7 bilhões, segundo a Secretaria da Fazenda.


O gestor destaca que a condição financeira de Aparecida é atestada com nota ‘A’ no boletim anual da Secretaria Nacional do Tesouro Nacional (STN). “Isso significa que temos uma gestão fiscal muito boa e que nos dá condições de honrar com nossos pagamentos. É uma avaliação importante que contribui para a aquisição de empréstimos e liberação de recursos por parte do governo federal”, destacou o prefeito.


A Prefeitura de Aparecida conquistou Nota A em 2011 na gestão do então prefeito Maguito Vilela, manteve na gestão do prefeito Gustavo Mendanha e segue com excelência em gestão fiscal no governo Vilmar Mariano. Em razão do aumento da infraestrutura, principalmente, na educação – mais de 30 Cmeis – e saúde – 40 UBSs, 3 UPAs e o HMAP – o custeio aumenta a cada ano para manter o funcionamento das unidades e a partir de 2020 teve um aumento expressivo em razão da pandemia.


Segundo a Prefeitura de Aparecida a expectativa é aumentar o volume de obras, a partir de 2023, por meio do programa de investimentos Aparecida 100 anos, que injetará quase R$ 1 bilhão em construção de obras. Com o montante, a prefeitura construirá, além da pavimentação em toda a cidade, mais 13 CMEI’s, 4 escolas e 4 parques, bem como viadutos, trincheiras e pontes, conectando a cidade.


Em oito meses à frente da prefeitura de Aparecida, o prefeito entregou obras, como o Eixo Leste-Oeste 01, que interliga a Avenida dos Missionários, no Jardim Bosco até a Avenida Rio Verde, no Jardim Helvécia; e o Eixo Leste-Oeste 04, que dá acesso à Avenida Santana ao campus da Universidade Federal de Goiás.


“Serão 5 eixos estruturantes que vão interligar regiões da cidade, facilitando o acesso e a mobilidade. As obras estão avançando e, em breve, os moradores vão perceber as mudanças”, destaca o prefeito Vilmar. Os demais eixos estão sendo construídos simultaneamente e seguindo cronograma de obras.


A pavimentação asfáltica do Parque das Nações e Vila Oliveira e Rosa dos Ventos está quase concluída; o recapeamento do asfalto do Jardim Tiradentes já foi entregue e nos próximos dias será concluída revitalização da Avenida Flamingo, no Colina Azul. “O principal objetivo é manter a cidade nos trilhos do desenvolvimento, oferecendo melhor qualidade de vida para população, seja na saúde, na educação, com melhorias em infraestrutura e urbanização. Para isso, estávamos avançando em obras e, em breve, os moradores vão perceber o volume de investimentos”, afirma o prefeito.

Vilmar garante que a prefeitura está fechando o ano de 2022 com as contas no azul. Neste final de ano, o município está injetando R$ 160 milhões na economia da cidade ao pagar três folhas de pagamento em 30 dias. A folha de novembro; o 13º salário, no dia 10 de dezembro; e a folha de dezembro, antes do Natal. “O pagamento dentro do mês trabalhado é fruto de boa gestão fiscal que temos tido deste a época do Maguito”, afirma.


Vilmar Mariano disse ainda que o município prospecta importantes obras e investimentos para 2023. “Vamos fazer mais asfalto, mais obras; vamos atrair mais empresas, fomentar o comércio, a industrialização; vamos buscar mais recursos para obras, formalizar parceiras com o governo do Estado, governo federal, e transformar ainda mais nossa cidade. Vamos concretizar fazer novas praças, revitalizar avenidas, construir novos Cmeis e melhorar a vida das pessoas”, conclui.

Comments


Publicidade

Publicidade