top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

“Goiás terá moradia popular com menor parcela do país”, anuncia Daniel Vilela

Representando o governador Ronaldo Caiado, vice governador assina primeiro contrato do Programa Parcerias, com o Ministério das Cidades, em Rio Verde, onde serão construídas 224 casas

“Goiás terá moradia popular com menor parcela do país”, anuncia Daniel Vilela
Foto: Jota Eurípedes

“Goiás terá moradia popular com a menor parcela do Brasil”, disse o vice-governador Daniel Vilela durante assinatura de parceria e ordem de serviço com o Ministério das Cidades para a construção de 224 casas em Rio Verde, no Sudoeste do Estado. A ação faz parte do recém-recriado programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal. Vilela explicou que a prestação de baixo valor será possível graças ao subsídio pago pelo Governo de Goiás, por meio do Programa Pra Ter Onde Morar, que é de R$ 42 mil por unidade habitacional, o maior do país.


“Graças à prioridade dada pelo governador Ronaldo Caiado, será possível dar dignidade e um lar para as pessoas que não têm”, disse o vice-governador, que representou o chefe do Executivo estadual na assinatura do primeiro contrato do Programa Parcerias, do Ministério das Cidades, com a prefeitura de Rio Verde.


Presente ao evento, o ministro das Cidades Jader Filho destacou que o modelo adotado em Goiás será levado para todo o país. “Na semana passada, recebi o vice-governador em Brasília e ele me pôs em contato com o governador Ronaldo Caiado. Quero dizer que essa parceria com o Governo de Goiás vai resultar em milhares de moradias para os goianos”, assegurou o ministro.


As moradias em Rio Verde estão sendo erguidas em uma área doada pela prefeitura, que também fornecerá a infraestrutura para as obras. “Parcerias como essa dão a possibilidade de atender mais famílias no país, porque quando há a junção de esforços entre União, Estado e Municípios, as obras ficam mais baratas e, com isso, dá para levar para outros municípios que também necessitam”, justificou o ministro.


A documentação da prefeitura de Rio Verde, disponibilizando a área e infraestrutura para construção das moradias, estava parada no ministério há mais de um ano. “Em menos de 30 dias da visita do prefeito Paulo do Vale, estamos aqui hoje fazendo a liberação de 224 unidades”, comentou o ministro, reafirmando que serão construídas 2 milhões de unidades habitacionais em todo o país. O prefeito Paulo do Vale agradeceu o apoio dos governos federal e estadual, que destinarão à iniciativa recursos do FGTS e subsídio do programa Pra Ter Onde Morar.


Além do programa estadual, Daniel Vilela destacou a importância da parceria com o Minha Casa, Minha Vida e o Governo Federal. “Em breve estaremos anunciando outros programas do Ministério das Cidades, em parceria com o Governo de Goiás e os prefeitos em outras áreas, como saneamento e mobilidade”, anunciou o vice-governador de Goiás, parabenizando o presidente Lula pela recriação do Minha Casa, Minha Vida.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page