top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Goianésia voltará a ter dois representantes na Assembleia Legislativa

Os goianesienses Renato de Castro (União Brasil) e Dr. José Machado (PSDB) vão representar a cidade na Alego.

Goianésia voltará a ter dois representantes na Assembleia Legislativa
Renato de Castro e Dr. José Machado foram eleitos deputado estadual - Foto: Reprodução/Rede Social

Com o resultado das eleições deste domingo (02/10), Goianésia passa a ter, em 2023, dois representantes na Assembleia Legislativa de Goiás - Alego. O goianesiense Renato de Castro (União Brasil) foi eleito com 35.842 votos. Dr. José Machado (PSDB) também foi eleito com 22.928 votos.


Filho da professora Lizeti Rodrigues de Menezes e Castro e do agropecuarista Manoel Castro de Arantes (Fião), Renato Menezes de Castro está voltando para a Assembleia. Em 2014, quando disputou a eleição estadual pela primeira vez, obteve 23.219 votos, sendo eleito pelo Partido dos Trabalhadores (PT). No final de 2016, Renato renunciou o mandato de deputado para assumir a prefeitura de Goianésia, após vencer a eleição de outubro. Antes de ser deputado, ele já tinha sido vice-prefeito de Goianésia (2009-2012), assumindo a prefeitura no final da gestão com a renúncia de Gilberto Naves (MDB).


O médico Dr. José Machado, novo na política, nasceu em Juscelândia, no município de Goianésia. Com dois anos de idade, foi morar na zona rural de Ceres. De Lá foi para Montes Claros, em Minas Gerais, depois para o Rio de Janeiro, onde se formou em medicina, conheceu a esposa Annalice, se casou, e deu os primeiros passos na profissão. De volta à Goianésia e com vários serviços prestados a comunidade, Dr. José Machado foi eleito com apoio dos ex-prefeitos Otavinho e Jalles Fontoura, e do atual deputado Helio de Sousa.


Goianésia na Alego

A cidade de Goianésia historicamente, desde 1983, elege de 1 a 2 representantes no legislativo estadual. O primeiro foi Jalles Fontoura (PSDB – na época pelo PDS-PFL) durante a 10.ª Legislatura (1983-1987). Depois, João Telles de Menezes (PFL), conhecido pelo apelido de ‘Bambuzinho’ foi parlamentar durante a 12ª Legislatura (1991-1995).


Mara Naves (MDB) foi a primeira e única mulher que representou a cidade de Goianésia como deputada, ela teve 3 mandatos (1995-1999, 2003-2007 e 2007-2011). Em Em 1998, Mara decidiu não pleitear a reeleição para apoiar seu marido Gilberto Naves, que foi eleito deputado estadual (1999-2003).


O atual deputado, Dr. Helio de Souza (PSDB), foi quem mais teve mandato no parlamento goiano. Ele foi eleito por 6 vezes, tendo inclusive, assumido a presidência da casa, em 2014 depois da renúncia do então presidente, deputado Helder Valin, que foi indicado para o TCE. Depois foi eleito e novamente empossado presidente da Assembleia Legislativa em 2015, permanecendo no posto até 2017. Seu primeiro mandato como parlamentar foi em 1995, durante a 13ª Legislatura (1995-1999), depois foi eleito para o segundo mandato de prefeito de Goianésia (1997-2000), e voltou para a Alego em 2003, desde então tinha sido reeleito 4 vezes consecutivas (2003-2007, 2007-2011, 2011-2015, 2015-2019 e 2019-2023). Dr. Helio preiteava agora uma cadeira na Câmara dos deputados, obteve 43.624 votos, o que não foi suficiente para ser eleito.


Com exceção de Mara Naves e Bambuzinho, todos os outros políticos já foram prefeitos de Goianésia.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page