top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Governo Federal e bancos lançam programa Desenrola para ajudar milhões de brasileiros inadimplentes

Faixa 1 do programa Desenrola oferece descontos vantajosos para devedores de baixa renda

Governo Federal e bancos lançam programa Desenrola para ajudar milhões de brasileiros inadimplentes
Foto: Getty Images

O governo federal, em parceria com os principais bancos do país, inicia nesta segunda-feira (17/7) o programa Desenrola, uma iniciativa voltada para atender milhões de brasileiros inadimplentes. O programa, que será dividido em etapas, tem início programado para a próxima segunda-feira e estima-se que beneficiará cerca de 70 milhões de pessoas em todo o Brasil.


A primeira fase do Desenrola está programada para começar em setembro e visa atender a faixa 1 do programa, que inclui devedores com renda de até R$ 2.640 (dois salários mínimos) ou aqueles inscritos no Cadastro Único do governo federal (CadÚnico). Nessa faixa específica, os descontos oferecidos serão ainda mais vantajosos. O Ministério da Fazenda publicou uma portaria que estabelece que as instituições financeiras deverão se habilitar na plataforma digital do programa para iniciar as renegociações, mas não especifica as datas exatas para o início das negociações.


De acordo com informações fornecidas pela Fazenda, a expectativa é de que o programa Desenrola esteja disponível para toda a população até setembro. Antes disso, em agosto, o governo planeja realizar um leilão para definir quais credores serão contemplados, sendo que aqueles que oferecerem maiores descontos terão vantagem na seleção. A faixa 1 do programa Desenrola engloba pessoas com renda mensal de até dois salários mínimos ou que estejam inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Serão passíveis de renegociação as dívidas de até R$ 5 mil, contraídas no período entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2022.


Ao comentar sobre o lançamento do programa, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, destacou que o Desenrola é uma resposta aos desafios enfrentados pelo Brasil até dezembro de 2022, devido à pandemia de Covid-19. Haddad enfatizou que o programa é "muito completo" e que o seu sucesso dependerá do nível de adesão dos credores. Segundo o ministro, somente será possível garantir a quitação das dívidas se os credores oferecerem descontos significativos, permitindo que os devedores possam realizar o parcelamento com a garantia do Tesouro Nacional.


O programa Desenrola surge como uma importante iniciativa do governo federal e dos principais bancos do país para ajudar os brasileiros que estão enfrentando dificuldades financeiras devido à inadimplência. Com a possibilidade de renegociar dívidas com descontos vantajosos, espera-se que o programa traga alívio para milhões de pessoas e contribua para a recuperação econômica do país.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page