top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Itaberaí é o segundo maior produtor de aves do Brasil

Com aumento de 12,2% no rebanho em 2022, município registrou mais de 16 milhões de cabeças. Pesquisa da Pecuária Municipal, do IBGE, mostra ainda que Rio Verde ocupa a sexta posição no país entre os maiores produtores de aves

Itaberaí é o segundo maior produtor de aves do Brasil
Itaberaí conquista segunda posição no ranking nacional de maior produtor de aves do Brasil - Foto: Wenderson Araujo/CNA

Itaberaí, município localizado a 103 km de Goiânia, agora é o segundo maior produtor de aves do Brasil. É o que aponta Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM 2022) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O município goiano, que já era destaque na produção de galináceos (galos, galinhas, frangos e pintos), passou o efetivo de 14,5 milhões para 16,2 milhões de cabeças de 2021 para 2022, aumento de 12,2% no período.


Outro destaque goiano no ranking nacional foi Rio Verde. Entre o ano retrasado e o ano passado, o município viu seu rebanho de galináceos crescer 1,5%, totalizando 13,3 milhões de cabeças. Com o resultado, Rio Verde se manteve na sexta posição do ranking nacional de municípios produtores. Goiás também se manteve na sexta posição entre os estados. O rebanho goiano de galináceos aumentou 5,2% em 2022 (na comparação com 2021) e chegou a 102,9 milhões de cabeças. O quantitativo é o maior da série histórica iniciada em 1974.


“Itaberaí e Rio Verde são as pontas visíveis de uma cadeia muito estruturada em Goiás. A avicultura goiana trabalha de forma muito eficiente e seguindo padrões internacionais de sanidade e qualidade dos produtos”, explica o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leonardo Rezende. “Ao mesmo tempo, é um segmento que acolhe produtores de portes variados, do pequeno ao grande, oferecendo oportunidades para todos. Isso tem um valor enorme para a economia goiana”, destaca.


Ainda segundo a PPM, a produção estadual de ovos de galinha atingiu 276,1 milhões de dúzias em 2022, o que representou um avanço de 2,1% frente ao resultado do ano anterior. Goiás respondeu por 5,7% de todo o volume de ovos de galinha entregues pelas granjas brasileiras, com um valor de produção de R$ 1,4 bilhão. Inhumas (9º) e Leopoldo de Bulhões (11º) foram os representantes goianos mais bem colocados no ranking nacional de municípios. Inhumas produziu 55,5 milhões de dúzias no ano passado (aumento de 3,2% em relação a 2021). Leopoldo de Bulhões registrou 54,3 milhões de dúzias (crescimento de 9,5%).

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page