top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Mais da metade dos municípios goianos já instalaram Gabinetes contra a Dengue

148 prefeituras aderiram o plano de contingência da Secretaria de Estado da Saúde, que auxilia as prefeituras no planejamento de operações contra o mosquito Aedes aegipty

Mais da metade dos municípios goianos instalaram Gabinetes contra a Dengue, estratégia criada pelo Governo de Goiás para monitorar diariamente casos de dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti, como zika e chikungunya. Até o momento, 148 prefeituras adotaram a medida em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e Corpo de Bombeiros.


De forma virtual, os Gabinetes possibilitam o planejamento e detalhamento das operações nos municípios, com ações de vigilância, combate ao vetor, assistência e regulação, além de acompanhar a execução das medidas implementadas, que devem ser pautadas todo tempo por inteligência e comunicação.


Em 2024, até a nona semana epidemiológica, foram notificados 75.683 casos de dengue em Goiás, e confirmados 31.710 casos, um aumento de 176% em relação ao ano passado. Também foram confirmados 31 óbitos, até o momento, enquanto no ano passado foram 48.


A criação de Gabinetes de Combate à Dengue faz parte das ações de plano de contingência contra as arboviroses – doenças como dengue, zika e chikungunya transmitidas pela fêmea do Aedes aegypti. “O Gabinete acompanha cada ação de forma estratégica e coordenada, permitindo a tomada de decisões antecipadas, com o uso de evidências, concentração de esforços e transparência, protegendo a vida, reduzindo mortes e complicações evitáveis”, explica o secretário estadual de Saúde, Rasível Reis.


A diretora administrativa da Macrorregional Centro Oeste, Sônia Issler, afirma que os Gabinetes são um espaço muito importante para os municípios concentrarem as decisões e providências necessárias no combate ao mosquito. “Em Buriti Alegre, por exemplo, há uma participação maciça da Secretaria Municipal de Saúde, com apoio do prefeito, e da equipe técnica. Temos visto a mobilização e, certamente, os resultados virão”, avalia.


Situação de emergência

O Governo de Goiás declarou situação de emergência em saúde pública, em decreto publicado dia 3 de fevereiro, depois que o Estado atingiu, por quatro semanas epidemiológicas consecutivas, a taxa de incidência de casos suspeitos de dengue acima do limite definido no Plano de Contingência Estadual para Arboviroses.


O decreto autoriza medidas necessárias para evitar internações, casos graves e mortes, como a criação dos gabinetes de crise. A relação dos municípios que aderiram a medida pode ser conferida no link: https://docs.google.com/spreadsheets/d/17_82Y6bRLlC7TFDvvfHtYENiGKoU8IQ7P1A3dorFqtg/edit#gid=1108253681. No site da SES, há ainda informações detalhadas de como as prefeituras podem instalar um Gabinete contra a Dengue.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page