top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Operação da PF investiga desvio de R$ 11 milhões do seguro-desemprego em Goiás e outros estados

Investigação revela fraudes no seguro-desemprego e prejuízo aos cofres públicos

Operação da PF investiga desvio de R$ 11 milhões do seguro-desemprego em Goiás e outros estados
Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira (04/10), a Operação RedeX para investigar e desarticular um esquema de fraudes no seguro-desemprego. As investigações tiveram início em outubro de 2022, quando a área de inteligência trabalhista do Ministério do Trabalho e Emprego identificou irregularidades na liberação de benefícios do seguro-desemprego, envolvendo servidores públicos e indivíduos em diferentes estados brasileiros.


O esquema consistia no recrutamento de servidores públicos vinculados ao Sistema Nacional de Emprego (SINE), que inseriam informações falsas no sistema do Ministério do Trabalho e Emprego ou emprestavam suas senhas para que terceiros o fizessem. Parcelas indevidas do benefício eram então pagas a indivíduos que compartilhavam parte dos valores com os líderes do esquema.


A operação está em andamento em diversas cidades, incluindo Jataí (GO), Cuiabá (MT), Sinop (MT), Macapá (AP), Parauapebas (PA), Redenção (PA) e São Luís (MA). Estão sendo cumpridos 21 mandados judiciais, incluindo 7 prisões preventivas, 1 prisão temporária e 13 mandados de busca e apreensão.


As investigações já confirmaram cerca de 12 mil requerimentos de seguro-desemprego fraudados, resultando em um prejuízo de mais de R$ 11 milhões aos cofres públicos. Estima-se que, com a interrupção das atividades criminosas, tenha sido evitado um prejuízo adicional de mais R$ 7,2 milhões.


Segundo a PF, entre os crimes sob apuração estão estelionato, corrupção ativa, inserção de dados falsos em sistema de informações e associação criminosa. A polícia continua a investigação para identificar todos os envolvidos e tomar as medidas cabíveis.

תגובות


Publicidade

Publicidade

bottom of page