top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Prefeito Leonardo Menezes sofre derrota na Câmara ao tentar modificar a administração do cemitério

Atualizado: 8 de dez. de 2023

Três projetos do Executivo foram reprovados pela maioria dos vereadores

O prefeito de Goianésia, Leonardo Menezes (PSDB), enfrentou derrotas significativas nesta sexta-feira (8/12) na Câmara Municipal ao tentar aprovar um projeto que buscava modificar a lei orgânica do município, permitindo a administração de cemitérios municipais por meio de concessão ou parceria público-privada. A proposta, que tramitava desde julho, gerou preocupações entre a população.


Em agosto, o Ogoiás destacou as preocupações dos moradores em relação ao projeto, levantando questionamentos sobre a possibilidade de um aumento nas taxas e custos para a população. A dúvida central residia na administração privada dos cemitérios, que poderia priorizar interesses comerciais em detrimento das necessidades da comunidade.


A votação na Câmara Municipal revelou uma divisão clara entre os vereadores, com quatro votando a favor e sete contra o projeto. Três vereadores estavam ausentes durante a votação.


Votos a favor:

  • Sargento Ariosvaldo (UB) - Líder do prefeito

  • Edvaldo da Jalles (PSDB)

  • Ismael do Gasparino (UB)

  • Valdomiro Baiano (PSDB)

Votos contra:

  • Edilson Cabecinha (PP)

  • Fábio Oliveira (MDB)

  • Geraldo do Pastel (Podemos)

  • Geraldinho da Kombi (PSD)

  • Marcos Portilho (MDB)

  • Paulo Henrique (UB)

  • Salete Carrilho (MDB)

Vereadores Ausentes:

  • Edvan da Costa (MDB)

  • Professor Hiago Matos (UB)

  • Wagner Cigano (PTB)


Além da rejeição do projeto que buscava alterar a administração dos cemitérios municipais, o prefeito Leonardo Menezes enfrentou mais duas derrotas significativas na Câmara Municipal de Goianésia no mesmo dia.


Outro projeto relacionado aos cemitérios, o Projeto de Lei 195/2023, foi rejeitado pelos vereadores. A proposta, que também tratava do assunto da gestão dos cemitérios municipais, encontrou resistência e não obteve aprovação, evidenciando a complexidade e a divisão de opiniões sobre a questão.


Além disso, o Projeto de Lei 254/2023, que visava alterar uma lei aprovada em outubro deste ano que instituía o Polo Empresarial de Goianésia, também foi rejeitado. A votação desse projeto contou com 8 votos contra, 4 a favor e 2 vereadores ausentes.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page