top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Projeto de lei declara desfile de carreiros patrimônio histórico e cultural de Goiás

Deputado Cristiano Galindo defende que o desfile de carros de boi e suas comitivas está entre as celebrações religiosas mais tradicionais de Goiás, notadamente, mas também do Brasil

Projeto de lei declara desfile de carreiros patrimônio histórico e cultural de Goiás
Foto: Divulgação

Na sessão plenária da última quinta-feira (13/4), na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), o deputado estadual Cristiano Galindo (Solidariedade) apresentou projeto de lei em que declara o desfile de carros de boi, cavaleiros e muladeiros da Romaria do Divino Pai Eterno, em Trindade, Goiás, patrimônio histórico e cultural do Estado.


A romaria é um ponto alto da Festa do Divino Pai Eterno, reunindo devotos vindos de todas as partes do país, com carreiros e boiadas cruzando as estradas goianas a caminho do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, onde a festa se encerra com uma missa em ação de graças, e acolhida aos devotos.


História e tradição

A justificativa apresentada na matéria pelo deputado Galindo é de que o desfile de carros de boi e suas comitivas está entre as celebrações religiosas mais tradicionais de Goiás, notadamente, mas também do Brasil. “Por isso”, ressalta o parlamentar, “é importante que seja formalmente reconhecida, incentivada e valorizada como patrimônio histórico, cultural e imaterial do Estado, conforme pleiteamos nesse projeto de lei”.


De acordo com a narrativa dos livros de História e dos acontecimentos da época, relatados pela imprensa, tudo começou em Barro Preto, adjacências da freguesia de Campinas das Flores (atual bairro de Campinas, em Goiânia), nos idos de 1840.


Patrimônio cultural imaterial

De acordo com a Wikipedia, patrimônio cultural imaterial ou patrimônio cultural intangível é uma categoria de patrimônio cultural que abrange as expressões culturais e as tradições que um grupo de indivíduos preserva em respeito à sua ancestralidade, para as gerações futuras.


São exemplos de patrimônio imaterial: os saberes, os modos de fazer, as formas de expressão, as celebrações, as festas e danças populares, lendas, músicas, costumes e outras tradições.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page