top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Saúde da população de rua é tema de encontro regional


Saúde da população de rua é tema de encontro regional
Foto: Reprodução/Freepik

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) realiza até sexta-feira (10) o 1º Encontro de Equipes de Consultório na Rua da Região Centro-Oeste. Com o tema “Intercâmbios Diálogos: Construindo uma Clínica Inventiva e Afetiva”, o evento visa a discutir diversas questões que impactam na atenção à saúde das pessoas que estão em situação de rua.


O seminário, realizado na forma virtual, conta com a colaboração das Secretarias de Estado da Saúde de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Na abertura solene do evento, a gerente de Cuidado a Populações Específicas da SES-GO, Daniela Fernandes, informou que a SES-GO, por meio da Subcoordenação de Atenção á Saúde da População em Situação de Rua, desenvolve ações para acolhida e atendimento a essa população nos diversos serviços disponíveis pelo Sistema Único de Saúde.


O subcoordenador da População em Situação de Rua, Rogério Borges da Silva, complementa que a equipe realiza ações visando à sensibilização e atualização dos profissionais de saúde, a estruturação e implementação das equipes de consultórios na rua e o assessoramento do trabalho desenvolvido pelos profissionais que atuam diretamente com esse público.


Atendimento integral

O 1º Encontro de Equipes de Consultórios na Rua da Região Centro-Oeste tem como expositores e debatedores profissionais com vasta experiência na área. A Mesa de Abertura, que abordou o tema “Políticas públicas: garantia de direitos ou assistencialismo?” teve a participação da componente da organização não-governamental Coletivo Diversas Feministas, Maria Beatriz Almeidinha Maia, do professor do Núcleo de Estudos População de Rua e Saúde Mental na Atenção Básica da Fundação Oswaldo Cruz, de Brasília, Marcelo Pedra, e do conselheiro nacional de Saúde do Movimento Nacional da População em Situação de Rua, Vanilson Torres. Nas abordagens, os três participantes destacaram a necessidade de os consultórios de rua atuarem com a mesma estrutura existente nas unidades básicas de saúde, disponibilizando o atendimento integral às pessoas em situação de rua. Durante toda a semana, serão discutidos diversos temas, dentre os quais: Produzindo dados, saúde e sujeitos; Pedagogia do cuidado: estratégias de abordagem e acolhimento do usuário e do trabalhador e Intersetorialidade: rede de pessoas e rede de serviços.


Entre os convidados estão Marcus Vinícius Peixinho, servidor de carreira do Ministério da Saúde, Antônio Nery, doutor em Sociologia e Ciências Sociais, idealizador do Consultório na Rua, e Adriana Pinheiro Carvalho, gestora do Serviço Especializado em Abordagem Social da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social do Distrito Federal.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page