top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Vereador propõe criação de casa de apoio para pacientes de Goianésia em Uruaçu

Propositura do vereador Paulo Henrique visa atender demandas dos pacientes de Goianésia que buscam tratamento em Uruaçu

Vereador propõe criação de casa de apoio para pacientes de Goianésia em Uruaçu
vereador Paulo Henrique Naves - Foto: Divulgação/Câmara de Goianésia

Na tarde desta terça-feira (27/6), o vereador Paulo Henrique Naves apresentou um requerimento que solicita a criação de uma casa de apoio na cidade de Uruaçu, com o objetivo de atender às demandas dos pacientes de Goianésia que se deslocam em busca de tratamento e, atualmente, não contam com nenhum suporte adequado.


Durante a sessão, Paulo Henrique Naves enfatizou a importância da aprovação do requerimento pelos colegas vereadores: "Nós sabemos que o Hospital Municipal de Goianésia tem enfrentado muitas dificuldades, e tem realizado pouquíssimas cirurgias na cidade. Com isso, muitos pacientes precisam ir para Uruaçu para ter o atendimento, por isso, eu peço que os colegas vereadores aprovem este requerimento para melhorar a vida dessas pessoas".

Apesar do apoio à proposta, o vereador Ariosvaldo Gomes aproveitou para fazer uma crítica ao vereador Paulo Henrique: "O nobre vereador tem feito requerimentos totalmente politiqueiros para causar intrigas, mas nós precisamos enaltecer esse requerimento dele. Pena que o senhor não deixa de dar uma 'cutucadinha' no hospital municipal, eu não sei se é vontade de voltar pra lá", argumentou.


Após a discussão em plenário, o requerimento foi aprovado por unanimidade pelos vereadores presentes na sessão. Agora, o documento será encaminhado ao prefeito Leonardo Menezes, que terá a responsabilidade de avaliar a proposta e decidir sobre sua implementação.


Caso a casa de apoio seja estabelecida em Uruaçu, os pacientes de Goianésia que necessitam de tratamento médico na cidade vizinha poderão contar com um ambiente acolhedor e de suporte durante o período em que estiverem afastados de seus lares. Resta agora aguardar a decisão do prefeito.

Kommentare


Publicidade

Publicidade

bottom of page