top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Vereadora Kátia alerta que orçamento de 2024 não atende reivindicações de servidores municipais

Servidores municipais enfrentam impasse nas negociações salariais

Vereadora Kátia alerta que orçamento de 2024 não atende reivindicações de servidores municipais
Vereadora Kátia - Foto: Mariana Capeletti

A proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2024, enviada pela Prefeitura à Câmara de Goiânia, não irá atender as reivindicações dos servidores municipais. O alerta é da vereadora Kátia (PT) que irá apresentar emendas à proposta atual.


Segundo Kátia, a LOA prevê apenas a correção da data base para o ano que vem. Dessa forma, o orçamento de 2024 não inclui os planos de carreira de categorias como a Orquestra Sinfônica ou os administrativos da educação, que estão em greve atualmente. Também não estão previstos o pagamento do piso da enfermagem e nem novas convocações dos aprovados no último concurso.


“Hoje, em Goiânia, temos pelo menos seis categorias de servidores municipais tentando negociações salariais e de condições de trabalho com a prefeitura”, lembrou a vereadora. “No caso dos administrativos da Educação, foi necessário um desembargador, de forma inédita, colocar as duas partes na mesa para negociar porque a Prefeitura não conseguia dialogar e apresentar uma proposta para a categoria”, completou.


Kátia ressalta que há também falta de servidores em muitas unidades de atendimento ao público. “Goiânia não tem servidores suficientes para atender a população e não podemos permitir que fiquem fazendo só contratos temporários. Tem de convocar novos concursados, mas isso também não está previsto na LOA”, afirmou.


Diante dessa situação, a parlamentar garantiu que está estudando o impacto financeiro dessas reivindicações e de novas convocações e irá apresentar emendas à LOA. “Os vereadores tem até dia 22 para apresentar emendas e eu já avisei o relator, vereador Sandes Júnior, que farei isso”, explicou Kátia. “A Prefeitura tem de entender que é valorizando o servidor que nós vamos melhorar a qualidade do serviço público e, nesse sentido, vou levantar esse debate na Casa e apresentar emendas para garantir esses planos de carreira, a data base e novas convocações de aprovados no último concurso”, concluiu.

Comentarios


Publicidade

Publicidade

bottom of page