top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Operação da PCGO apura esquema em que autores simulava investigação policial para extorquir vítimas

Autores induziam vítimas a pagar propina para interromper supostas investigações criminais

Operação da PCGO apura esquema em que autores simulava investigação policial para extorquir vítimas
Foto: Divulgação/PCGO

Na manhã desta terça-feira (27/6), a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Estadual de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), deflagrou uma operação para combater um crime de extorsão com características peculiares. Três indivíduos foram alvos de mandados de busca e apreensão, além de prisão temporária, em decorrência de sua suposta participação nesse esquema criminoso. A ação investigativa teve início devido a um incidente ocorrido em 2021, quando dois suspeitos induziram uma vítima a transferir a quantia de R$ 400 mil para a conta bancária da filha de um deles, que também está sendo investigada.


De acordo com as informações apuradas até o momento, os criminosos agiram de maneira astuta, simulando uma investigação policial para extorquir a vítima. Convencendo-a de que era alvo de uma apuração criminal em uma delegacia, um dos autores informou à vítima que o valor depositado seria destinado ao pagamento de propina ao delegado responsável pelo inquérito.


Após a efetuação do pagamento, os investigados não se contentaram e tentaram extrair mais dinheiro da vítima, utilizando o mesmo modus operandi. Eles tentaram fazer com que a vítima acreditasse que os valores adicionais exigidos eram destinados ao pagamento de propinas para diversos agentes públicos, visando evitar o avanço de investigações criminais.


Com o cumprimento dos mandados de busca e apreensão e de prisões temporárias, a Polícia Civil informou que busca reunir mais evidências e detalhes sobre o esquema criminoso. A investigação está em andamento, e as autoridades competentes estão empenhadas em descobrir todas as circunstâncias desse crime de extorsão, além de identificar outros possíveis envolvidos.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page