top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Caem números de casos e de notificações de Dengue em Goianésia, mostra relatório

Casos da doença caíram pela metade, entre 1º de janeiro e 27 de fevereiro de 2023, em relação a igual período de 2022

Caem números de casos e de notificações de Dengue em Goianésia, mostra relatório
mosquito Aedes Aegypti - Foto: Reprodução

Caíram quase pela metade, no primeiro bimestre deste ano, o número de casos confirmados de Dengue, em comparação com igual período do ano passado, no município de Goianésia, e em um quinto, o de notificações para a mesma doença, também entre janeiro e fevereiro de 2023, em comparação com o igual bimestre de 2022.


A informação consta de relatório de notificações de dengue, encaminhado pelo coordenador do Núcleo de Controle de Vetores, Victor Rebouças, à Secretaria Municipal de Saúde, à qual o órgão é subordinado.


O relatório dengue, assim denominado pelo núcleo, foi encaminhado a pedido da secretária municipal de Saúde, Luciana Otoni, a quem o prefeito Leonardo Menezes determinou seja dada transparência aos números, conscientizada a população da importância de se combater o mosquito Aedes aegypti, vetor da doença, a fim de controlá-la.


O órgão, de assessoria da Pasta da Saúde, tem como objetivo desenvolver atividades básicas, que vão desde a vigilância entomológica, combate ao vetor e mensuração mensal dos números de notificações relacionadas à dengue.


Ações da Saúde

“Uma das medidas tomadas, a mais importante delas, foi a adentração do agente de endemias dentro do imóvel. Apesar de existir grande porcentagem de casas, de imóveis fechados, nós conseguimos fazer uma boa fiscalização”, diz Victor Rebouças, do Núcleo de Controle de Vetores.


“Outra medida são os bloqueios nos locais confirmados por dengue. De acordo com as notificações que recebemos da Vigilância Epidemiológica, tentamos fazer a visita ao imóvel em tempo hábil, realizando a atividade de fiscalização e combate até mesmo o bloqueio nas demandas confirmadas”, completa o coordenador.


Mas, de modo geral, as ações da Prefeitura de Goianésia, de combate à dengue, envolvem múltiplas secretarias municipais, lembrando que o papel mais importante é de conscientização de toda a sociedade.


Parcerias

Trabalham em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, na conscientização da população e no combate ao vetor da Dengue, as secretarias de Meio Ambiente e de Serviços Urbanos, no trabalho integrado de coleta de lixo e limpeza das vias, das praças e de outros espaços públicos; e de Educação, com o Projeto da Dengue, que envolve todas as escolas da Rede Municipal, além de um projeto específico, e anterior, o Projeto Pedagógico Fora Aedes Aegypti, Esta Cidade não te Cabe, da Escola Municipal Sr. Eliziário José de Oliveira, que arrecada, com a ajuda de alunos e seus pais, toneladas de embalagens plásticas recicláveis todos os anos.


“Além disso, sabemos do envolvimento da comunidade, de grande importância nessa junção de esforços para combater a Dengue, e do trabalho fundamental dos nossos Agentes de Endemias, nas visitas domiciliares diárias que eles fazem”, diz a secretária de Saúde, Luciana Otoni.


Boletim

Segundo o boletim, a que este veículo teve acesso, foram 276 casos notificados de Dengue em Goianésia em 2023, de 1º de janeiro a 27 de fevereiro, contra 358 no mesmo período de 2022 – redução de 22,9%; e 107 casos confirmados, também do 1º dia do ano a 27 de fevereiro último, contra 208 no igual período de 2022 – redução de 48,6%.


Os números apontam para o controle da doença no município, reforçados por outro dado: embora a quantidade de notificações seja menor em 2023, em relação a 2022, sempre comparado de 1º de janeiro a 27 de fevereiro, período que consta do relatório, o número de casos descartados este ano é maior: 160 em 2023 contra 150 em 2022.


O núcleo também disponibilizou, a pedido da secretária Luciana Otoni, os dados de fevereiro, do mês inteiro, até 28 de fevereiro: foram feitas 131 notificações de Dengue em Goianésia; com 45 casos da doença confirmados; e 84 descartados. Dois casos, atualmente, suspeitos de Dengue, completam o quadro.


Comentarios


Publicidade

Publicidade

bottom of page