top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

“Este governo tem coragem de enfrentar os problemas”, destaca Daniel Vilela sobre ações para o transporte coletivo

Vice-governador esteve na apresentação de conjunto de iniciativas que vão melhorar o transporte coletivo na região metropolitana de Goiânia

O vice-governador de Goiás, Daniel Vilela, destacou, nesta segunda-feira (29/1), a capacidade do governador Ronaldo Caiado no enfrentamento de desafios e problemas do estado. Ele se referiu a questões que envolvem outros poderes, instituições e agentes políticos, como no caso do transporte coletivo da região Metropolitana de Goiânia.


“O governador tem coragem e responsabilidade como homem público para encarar as dificuldades, como as do transporte. Inclusive arcando com um custo altíssimo para os cofres do estado, já que subsidia o valor da passagem para que não haja aumento para a população – o que não ocorre há pelo menos cinco anos”, disse Daniel em discurso no auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.


O vice-governador ainda relembrou sua atuação como deputado estadual (2011-2014), quando foi parlamentar de oposição ao Palácio das Esmeraldas. “Quando a insatisfação da população com o transporte coletivo chegava a um nível muito alto, o governo da época apenas priorizava o aumento da tarifa de ônibus como a única solução viável para implantar melhorias”, relembrou.


“Até que após manifestações populares em 2013, aquele mesmo governo até admitia não reajustar o valor da passagem, mas também fugia da discussão sobre os reais problemas do transporte”, sublinhou o vice-governador, observado por prefeitos de cidades adjacentes à capital, deputados estaduais, vereadores e representantes das empresas de ônibus.


A série de medidas anunciadas nesta segunda-feira pelo governador – algumas já em execução - e que vão impactar positivamente o setor inclui reforma de terminais, de pontos de ônibus e de estações de embarque, como no caso do Eixo Anhanguera, e renovação da frota, além de soluções tecnológicas com público-alvo específico, como no caso das passageiras mulheres, que terão mais segurança, e a instituição de um novo plano operacional para as linhas de ônibus, principalmente para reduzir os tempos de espera e de viagem.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page