top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Exportações goianas crescem 37% em agosto

Balança comercial de Goiás registrou superávit de US$ 810 milhões no mês de agosto. Com o resultado, estado mantém 8º lugar no ranking nacional de exportações de 2023

Exportações goianas crescem 37% em agosto
Complexo da soja lidera exportações goianas em agosto de 2023, com 38,66% do total de mercadorias vendidas a outros países - Fotos: Rodrigo Cabral

As exportações goianas cresceram 37% em agosto deste ano na comparação com igual período de 2022, com saldo superavitário de US$ 810 milhões – aproximadamente R$ 4 bilhões. No mês passado, Goiás registrou US$ 1,161 bilhão em exportações e R$ US$ 351,30 milhões em importações. Os dados foram divulgados na última quarta-feira (06/09) pelo Ministério da Fazenda. O resultado mantém Goiás no 8º lugar no ranking nacional de exportações em 2023.


Os municípios de Rio Verde, Jataí, Mozarlândia e Montividiu são os que mais comercializaram mercadorias com outros países em agosto. Os três produtos do complexo da soja – grão, farelo e óleo – responderam pela maioria das vendas (38,66%). Na sequência, estão: complexo de milho (21,06%), carnes (15,01%) e açúcar (6,08%). Os principais destinos são China, Vietnã, Indonésia e Japão.


Já no que diz respeito às importações, China, Estados Unidos e Tailândia foram os principais vendedores de mercadorias para o Estado. Os produtos mais adquiridos foram: insumos farmacêuticos, adubos, veículos automóveis, reatores nucleares e produtos químicos orgânicos. Os principais consumidores foram os municípios de Anápolis, Catalão, Goiânia e Aparecida de Goiânia.


“Temos consolidado uma curva de crescimento, com saldo comercial positivo em agosto, e previsão de mais avanços nos próximos meses em razão do trabalho que o Governo de Goiás tem realizado”, pontua o titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Joel de Sant'Anna Braga Filho.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page