top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Família de jovem morto após acidente no módulo esportivo de Goianésia registra boletim de ocorrência contra prefeitura por negligência

Jovem de 22 anos, que possuía deficiência, caiu do módulo esportivo ao tentar pegar bola no telhado do vestiário, apontam familiares

A morte trágica de um jovem de 22 anos, ocorrida após uma queda do módulo esportivo Pedro Wolner, em Goianésia, levou a família a registrarem um boletim de ocorrência contra a prefeitura por negligência. O incidente ocorreu quando o jovem, que possuía deficiência, subiu numa grade para pegar uma bola que estava no telhado, sendo que, segundo a família, os responsáveis presentes no local não impediram sua ação.


Luciano Damasceno, pai do jovem, expressou sua indignação: “Falta de segurança, porque no local tinha vigilantes e ninguém impediu meu filho de subir na tela da quadra. Eu preferiria ter buscado meu filho na delegacia, se o que ele fez foi errado, do que na UPA sabendo que ele iria morrer”. De acordo com a família, toda segunda-feira o jovem costumava ir até o módulo esportivo para tentar pegar uma bola de futebol que caía no telhado do vestiário.


Após 13 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugol), Luciano Damasceno da Silva Filho não resistiu aos ferimentos e faleceu às 00h02 de domingo (02/6). Seu corpo foi velado durante o final de semana em Goianésia.


O Ogoiás entrou em contato com a prefeitura de Goianésia para obter esclarecimentos sobre o caso, mas até o momento não obteve resposta.

Comentarios


Publicidade

Publicidade

bottom of page