top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Goiás amplia atendimento de oncologia na rede estadual

Uruaçu, Itumbiara e Jataí já atendem pacientes com câncer em unidades próprias ou conveniadas. Goiânia vai ganhar hospital com mais de 136 mil metros quadrados exclusivo para o tratamento da doença

Goiás amplia atendimento de oncologia na rede estadual
Centro Oncológico do HCN conta com 21 leitos de internação, ambulatório consultório e quimioterapia com capacidade para até 750 sessões por mês - Foto: Divulgação/SES

Um dos maiores desafios da saúde, o combate ao câncer é uma das determinações do Governo de Goiás, que desde o ano passado, amplia o atendimento aos casos da doença, lembrada em 4 de fevereiro, no Dia Mundial de Combate ao Câncer. Em junho de 2022, foi inaugurado o centro de oncologia do Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), primeira unidade da rede de saúde estadual destinada ao tratamento da doença. No mesmo ano a gestão estadual iniciou o atendimento de pacientes com câncer no Hospital Estadual de Itumbiara, e no Hospital Padre Thiago da Providência de Deus, em Jataí.


O centro oncológico do HCN, em Uruaçu, dispõe de 21 leitos de internação, ambulatório com consultório e quimioterapia, equipamentos de última geração e equipe voltada ao atendimento dessa especialidade para tratamento clínico e cirúrgico. Tem capacidade para realizar até 750 sessões de quimioterapia por mês, em um espaço com decoração personalizada e 22 poltronas leito separadas em duas salas. O centro conta também com o atendimento humanizado de diversos profissionais, proposta que permeia todo o hospital.


Em Itumbiara, na região sul do Estado, o Hospital Estadual São Marcos iniciou, no fim de 2022, o atendimento com diagnóstico e tratamento a pacientes com câncer. O local está equipado com 20 leitos de internação e 15 poltronas para as sessões de quimioterapia. De novembro a janeiro do ano passado, entre consultas e sessões de quimioterapia, foram realizados 118 atendimentos, mas a capacidade do hospital será ampliada para 528 atendimentos mensais e 3.420 sessões de quimioterapia por ano.

Em Jataí, o Governo de Goiás repassa, desde 2019, mais de R$ 850 mil por mês ao Hospital Padre Thiago na Divina Providência para o cofinanciamento do atendimento dos casos de câncer. A unidade filantrópica oferece serviços de quimioterapia, leitos e cirurgia.


Complexo oncológico

A proposta do Governo de Goiás, de uma ampla rede hospitalar oncológica, vai ganhar força com o Hospital do Câncer de Goiás, que vai funcionar como unidade de referência, com atendimento clínico e cirúrgico, quimioterapia, radioterapia e UTI especializada. Inicialmente, será feito na unidade o tratamento oncológico para crianças. Numa segunda fase, será aberto o tratamento para adultos. “Será a maior estrutura de tratamento de câncer de crianças, instalado em Goiânia. Será uma obra relevante, já que nós sabemos que mais de 14 mil crianças morrem no Brasil sem serem diagnosticadas ou tratadas”, pontua o governador Ronaldo Caiado.


O hospital será construído em uma área de 136,4 mil metros quadrados, no terreno próximo à Central de Abastecimento de Goiás (Ceasa) e à BR-153. O espaço também deverá ter um setor para abrigar familiares de pacientes que estiverem em tratamento na unidade, oriundos de municípios do interior de Goiás.

O Complexo Hospitalar Oncológico seguirá o modelo construtivo e arquitetônico de um dos maiores centros de atendimento a pacientes com câncer no Brasil, o Hospital de Amor, em Barretos (SP). O projeto será executado em parceria com a unidade paulista, que chegou a enviar equipe de técnicos para conhecer o local da obra, no terreno doado pelo governo federal.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page