top of page
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • X
  • TikTok

Produção agrícola em Goiás deve superar 114 milhões de toneladas em 2023

Com crescimento de 10,6%, estado deve alcançar a maior produção desde a década de 1970 e superar a média nacional

Produção agrícola em Goiás deve superar 114 milhões de toneladas em 2023
Cultivo de grãos cresce em Goiás; estado é responsável por 10,7% da produção nacional - Foto: Wenderson Araújo/CNA

A produção agrícola em Goiás deve alcançar 114,6 milhões de toneladas em 2023, com crescimento de 10,6% em relação a 2022, conforme as projeções do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados apontam que Goiás irá bater recorde e alcançar a maior produção desde o início da série histórica, em 1972.


Os principais destaques neste ano, no comparativo com 2022, são o volume de milho, com produção de 14,1 milhões de toneladas e alta de 31,9%; sorgo, com 1,36 milhões toneladas e crescimento de 30,1%; cereais, leguminosas e oleaginosas, com produção de 32,7 milhões de toneladas e crescimento de 18,2%; cana-de-açúcar, com 80,1 milhões de toneladas e alta de 8,9%; e soja, com 16,5 milhões de toneladas, o que equivale a alta de 8,7%.


O titular da Secretaria-Geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, comemora os resultados, que confirmam pesquisas internas do Instituo Mauro Borges (IMB). "O LSPA aponta excelentes resultados para Goiás. O nosso estado irá atingir um marco notável em 2023, registrando um recorde na produção agrícola e alcançando o maior volume de toda a série histórica. Esse sucesso é resultado de muitos investimentos, práticas sustentáveis e condições climáticas favoráveis", salienta.


Pedro Leonardo Rezende, secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás (Seapa) destaca a posição do estado no cenário agrícola do país. “O recorde histórico da produção agrícola de Goiás em 2023 é motivo de orgulho para todos nós. Este sucesso é resultado não apenas do trabalho de nossos dedicados agricultores, mas também da visão estratégica e investimentos significativos que o Governo de Goiás tem direcionado para o setor. Estamos solidificando Goiás como um dos principais estados agrícolas do país e promovendo um impacto positivo na economia estadual e nacional", diz.


Nacional

A taxa de crescimento goiana (10,6%) é superior à média nacional, uma vez que as projeções para o Brasil apontam crescimento de apenas 0,17% em 2023, no comparativo com o ano passado. Dessa forma, a produção agrícola nacional atingirá 1,070 bilhões de toneladas neste ano. Vale ressaltar que foi em 2020 quando o Brasil atingiu a sua maior produção agrícola da série histórica, com 1,092 bilhões de toneladas.


"Goiás vem se consolidando como um dos principais estados agrícolas do país. Esse recorde é um indicativo muito positivo para a nossa economia. Culturas como a da soja, milho, cereais e cana-de-açúcar contribuem para aumentar a participação do estado para a produção brasileira, que chega a 10,7%", afirma o diretor-executivo do IMB, Erik Figueiredo. Em 2022, o índice era de 9,7% alcançado em 2022.

Comments


Publicidade

Publicidade

bottom of page